Nascido a 13 de Junho de 1989 na Freguesia de Santiago António Serafim Neto ganhou o nome de seu Pai Serafim Neto mas acabaria por ser mais conhecido por Mestre António da Olímpia graças a sua mãe Olímpia Rosa. Foi o segundo filho de três de Serafim Neto e Olímpia Rosa, casou-se com Felisbela de Figueiredo.

Pescador e exímio carpinteiro habilidade a que os antigos lhe prestam homenagem dizendo "era melhor a fazer barcas que pescador".

O facto é que construiu três barcas, a primeira a “Curiosidade” não temos qualquer informação a não ser do nome, a segunda a “Amor ao Ofício” construída em 1933 e depois do Ciclone de 1941 teve de ter a sua proa reconstruída aproveitando-se para subir um pouco acima da cinta .  O seu filho Joaquim Figueiredo Neto então com 12 anos teve a honra de pregar a Caverna Mestra. E a terceira cuja foto está exposta no Museu Marítimo de Sesimbra é a “Despedida”. (Esta Barca teve como mestres apenas os seus descendentes) 

Um dos Irmãos, Carlos Serafim Neto viria a ser mais conhecido não pela sua relação parentesca mas pela sua figura ter inspirado o rótulo do Licor do Pescador. Carlos Serafim Neto sempre pescou na Barca "Amor ao Ofício" até á morte do seu irmão, desde esse dia nunca mais pisou a barca.

 

Mestre António da Olímpia

gallery/antónio da olímpia
gallery/20150503_233535
gallery/carlos neto
gallery/amoraooficio1
gallery/serafim neto
gallery/joaquim figueiredo neto
gallery/joaquim antónio nero neto
gallery/joaquim antónio nero neto
gallery/18268108_417034431994615_9050659624281962534_n

Titulo da pagina

Titulo da pagina

Titulo da pagina

Titulo da pagina

Titulo da pagina

Titulo da pagina

gallery/joaquim antónio nero neto
gallery/digitalizar0001

Titulo da pagina

gallery/amorao 3

Titulo da pagina

Nascido a 13 de Junho de 1989 na Freguesia de Santiago António Serafim Neto ganhou o nome de seu Pai Serafim Neto mas acabaria por ser mais conhecido por Mestre António da Olímpia graças a sua mãe Olímpia Rosa. Foi o segundo filho de três de Serafim Neto e Olímpia Rosa, casou-se com Felisbela de Figueiredo.

Pescador e exímio carpinteiro habilidade a que os antigos lhe prestam homenagem dizendo "era melhor a fazer barcas que pescador".

O facto é que construiu três barcas, a primeira a “Curiosidade” não temos qualquer informação a não ser do nome, a segunda a “Amor ao Ofício” construída em 1933 e depois do Ciclone de 1941 teve de ter a sua proa reconstruída aproveitando-se para subir um pouco acima da cinta .  O seu filho Joaquim Figueiredo Neto então com 12 anos teve a honra de pregar a Caverna Mestra. E a terceira cuja foto está exposta no Museu Marítimo de Sesimbra é a “Despedida”. (Esta Barca teve como mestres apenas os seus descendentes) 

Um dos Irmãos, Carlos Serafim Neto viria a ser mais conhecido não pela sua relação parentesca mas pela sua figura ter inspirado o rótulo do Licor do Pescador. Carlos Serafim Neto sempre pescou na Barca "Amor ao Ofício" até á morte do seu irmão, desde esse dia nunca mais pisou a barca.

 

Nascido a 13 de Junho de 1989 na Freguesia de Santiago António Serafim Neto ganhou o nome de seu Pai Serafim Neto mas acabaria por ser mais conhecido por Mestre António da Olímpia graças a sua mãe Olímpia Rosa. Foi o segundo filho de três de Serafim Neto e Olímpia Rosa, casou-se com Felisbela de Figueiredo.

Pescador e exímio carpinteiro habilidade a que os antigos lhe prestam homenagem dizendo "era melhor a fazer barcas que pescador".

O facto é que construiu três barcas, a primeira a “Curiosidade” não temos qualquer informação a não ser do nome, a segunda a “Amor ao Ofício” construída em 1933 e depois do Ciclone de 1941 teve de ter a sua proa reconstruída aproveitando-se para subir um pouco acima da cinta .  O seu filho Joaquim Figueiredo Neto então com 12 anos teve a honra de pregar a Caverna Mestra. E a terceira cuja foto está exposta no Museu Marítimo de Sesimbra é a “Despedida”. (Esta Barca teve como mestres apenas os seus descendentes) 

Um dos Irmãos, Carlos Serafim Neto viria a ser mais conhecido não pela sua relação parentesca mas pela sua figura ter inspirado o rótulo do Licor do Pescador. Carlos Serafim Neto sempre pescou na Barca "Amor ao Ofício" até á morte do seu irmão, desde esse dia nunca mais pisou a barca.

 

Nascido a 13 de Junho de 1989 na Freguesia de Santiago António Serafim Neto ganhou o nome de seu Pai Serafim Neto mas acabaria por ser mais conhecido por Mestre António da Olímpia graças a sua mãe Olímpia Rosa. Foi o segundo filho de três de Serafim Neto e Olímpia Rosa, casou-se com Felisbela de Figueiredo.

Pescador e exímio carpinteiro habilidade a que os antigos lhe prestam homenagem dizendo "era melhor a fazer barcas que pescador".

O facto é que construiu três barcas, a primeira a “Curiosidade” não temos qualquer informação a não ser do nome, a segunda a “Amor ao Ofício” construída em 1933 e depois do Ciclone de 1941 teve de ter a sua proa reconstruída aproveitando-se para subir um pouco acima da cinta .  O seu filho Joaquim Figueiredo Neto então com 12 anos teve a honra de pregar a Caverna Mestra. E a terceira cuja foto está exposta no Museu Marítimo de Sesimbra é a “Despedida”. (Esta Barca teve como mestres apenas os seus descendentes) 

Um dos Irmãos, Carlos Serafim Neto viria a ser mais conhecido não pela sua relação parentesca mas pela sua figura ter inspirado o rótulo do Licor do Pescador. Carlos Serafim Neto sempre pescou na Barca "Amor ao Ofício" até á morte do seu irmão, desde esse dia nunca mais pisou a barca.

 

Nascido a 13 de Junho de 1989 na Freguesia de Santiago António Serafim Neto ganhou o nome de seu Pai Serafim Neto mas acabaria por ser mais conhecido por Mestre António da Olímpia graças a sua mãe Olímpia Rosa. Foi o segundo filho de três de Serafim Neto e Olímpia Rosa, casou-se com Felisbela de Figueiredo.

Pescador e exímio carpinteiro habilidade a que os antigos lhe prestam homenagem dizendo "era melhor a fazer barcas que pescador".

O facto é que construiu três barcas, a primeira a “Curiosidade” não temos qualquer informação a não ser do nome, a segunda a “Amor ao Ofício” construída em 1933 e depois do Ciclone de 1941 teve de ter a sua proa reconstruída aproveitando-se para subir um pouco acima da cinta .  O seu filho Joaquim Figueiredo Neto então com 12 anos teve a honra de pregar a Caverna Mestra. E a terceira cuja foto está exposta no Museu Marítimo de Sesimbra é a “Despedida”. (Esta Barca teve como mestres apenas os seus descendentes) 

Um dos Irmãos, Carlos Serafim Neto viria a ser mais conhecido não pela sua relação parentesca mas pela sua figura ter inspirado o rótulo do Licor do Pescador. Carlos Serafim Neto sempre pescou na Barca "Amor ao Ofício" até á morte do seu irmão, desde esse dia nunca mais pisou a barca.

 

Nascido a 13 de Junho de 1989 na Freguesia de Santiago António Serafim Neto ganhou o nome de seu Pai Serafim Neto mas acabaria por ser mais conhecido por Mestre António da Olímpia graças a sua mãe Olímpia Rosa. Foi o segundo filho de três de Serafim Neto e Olímpia Rosa, casou-se com Felisbela de Figueiredo.

Pescador e exímio carpinteiro habilidade a que os antigos lhe prestam homenagem dizendo "era melhor a fazer barcas que pescador".

O facto é que construiu três barcas, a primeira a “Curiosidade” não temos qualquer informação a não ser do nome, a segunda a “Amor ao Ofício” construída em 1933 e depois do Ciclone de 1941 teve de ter a sua proa reconstruída aproveitando-se para subir um pouco acima da cinta .  O seu filho Joaquim Figueiredo Neto então com 12 anos teve a honra de pregar a Caverna Mestra. E a terceira cuja foto está exposta no Museu Marítimo de Sesimbra é a “Despedida”. (Esta Barca teve como mestres apenas os seus descendentes) 

Um dos Irmãos, Carlos Serafim Neto viria a ser mais conhecido não pela sua relação parentesca mas pela sua figura ter inspirado o rótulo do Licor do Pescador. Carlos Serafim Neto sempre pescou na Barca "Amor ao Ofício" até á morte do seu irmão, desde esse dia nunca mais pisou a barca.

 

gallery/_20190410_032612
gallery/cedula joaquim antónio neto_1
gallery/cedula joaquim neto_2
gallery/cedula antónio olimpia_2